quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Gordinhas podem sim ou Você não precisa ser só "bonita de rosto"

Oi phynas, como estão?

Acho que é fácil falar do assunto que vou abordar hoje por nunca ter sido obesa. Mas vou colocar aqui meu ponto de vista sobre um assunto e vocês tem todo o direito de discordar, ok?

Como vocês sabem eu fui uma pessoa magra durante 23 anos. Comecei a engordar de 2009 para cá. Nunca sofri nenhum tipo de preconceito por estar acima do peso. Meu peso máximo foi 74,5kg, com o IMC quase chegando ao nível de obesidade grau I. Me assustei quando ouvi isso da nutricionista porque eu me achava gorda mas eu não me achava quase obesa. Nutricionalmente falando eu era sim quase obesa. Meu namorado sempre foi um "lord". Nunca reclamou de nada nem fez com que eu me sentisse mal olhando para outras pessoas e nas vezes que eu me incomodei com o fato de estar gorda e alguma outra menina do convívio dele estar magra não foi por nada provocado por ele. Ele também nunca controlou minha alimentação, nunca me podou e sempre me apóia em tudo. 

Minha família, principalmente os mais velhos, falam sim aquelas coisinhas de "nossa, você era tão magra", "você está 'forte'", "isso é Talita?, engordou, não foi?". Essas frases me incomodavam, ainda me incomodam pois não cessaram totalmente, mas minha família me ama, me acha linda e inteligente, gorda ou magra, sou a "moreninha" deles, então, isso também nunca me afetou.

Eu gosto muito de moda e acho lindas as modelos de passarela. Sou estranha. Não curto essa história de "gostosa", queria poder ser magricela, dessas ossudas, não anoréxica, mas magra e alta tipo Fernanda Lima. Mas meu estereótipo de brasileira nata, de bumbum grande, mesmo quando eu era magra, nunca me permitiu ser dessas. Mas fazer o que né? 

Quando vejo "padrões de beleza que a mídia impõe" sei que é legítimo, sei que acontece, sei que as roupas não ajudam, mas sinceramente, nunca me afetaram. Nunca sofri por não poder usar um "bandage dress" que todas as pessoas da minha terra usam, moro em frente à praia e não gosto de ir me bronzear, sol, areia, banho em água salgada. Não porque um biquini não iria ficar em mim como fica em uma modelo, mas porque eu não gosto e pronto. Hoje eu digo com sinceridade, que eu magra, usaria um maiô liso, com aplicações meio brilhantes, bem glamurosa, porque, na verdade, é isso que me satisfaz.

Por isso fico triste quando vejo uma pessoa se diminuir por ser gorda. Fico triste pela ignorância de algumas pessoas que dizem que "fulana tem um rosto lindo", como se a pessoa fosse só uma cabeça flutuante sem corpo, só porque está gorda. E fico mais triste ainda quando alguém duvida da própria capacidade de seguir a moda, ou uma tendência que achou legal por estar gorda.

Não estou dizendo que a pessoa não deva se cuidar, não deva querer emagrecer, seria contraditório, um blog sobre reeducação alimentar, eu querendo ser magra e dizendo pra que a galera não seja. Que você queira mudar, concordo! Mas que enquanto está no processo você se enclausure por não estar "no padrão" eu discordo totalmente. 

As pessoas julgam. O ser humano é fraco por natureza e gosta de apontar os defeitos dos outros. Nunca se está BEM, ou se está MUITO ou POUCO, gorda ou magra, alta ou baixa, nariz grande, nariz pequeno. Se encontrarem uma pessoa muito linda e "padronizada", vão dizer que é antipática ou burra. A bonita não pode ser inteligente. A rica não pode ser humilde e carismática. E se for, nossaaaa, fulana é tão rica e é simpática, né? Que legal! Quem diria? Se espantam com tudo, como se ser bom fosse algo extraordinário porque o usual é ser ruim, é ter algum defeito que se contraponha àquelas qualidades.

Sendo assim, você vai mesmo se importar? Você vai mesmo veranear com maiô preto porque gordinha não pode usar estampas e nem muito menos mostrar a barriga? Você vai mesmo usar apenas listras verticais porque disseram que listras horizontais estão PROIBIDAS? Quem disse? Você só precisa ter bom senso e se sentir bem e confortável, autoconfiança é o item essencial no seu guarda-roupa e não peças monocromáticas. E se você não quiser ter bom senso, também pode! Nada é obrigatório, lembre-se, você é uma pessoa e não um cabeça flutuante. Você pode sim, o que quiser, o que você não pode fazer está escrito em um livro chamado "Constituição Federal", o resto você pode!

Por isso sou fã da Preta Gil!

Todos os dias irão te julgar, todos os dias irão buscar suas imperfeições, todos os dias! Agora, você vai deixar? Ou melhor, você vai se julgar negativamente? Só doido faria isso!

:)

Bjs




22 comentários:

  1. Talita, bom dia!

    Adorei esse seu post!

    Beijo grande, Bruna.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, mesmo que estejamos emagrecendo, não podemos deixar de nos vestir, viver, enfim... Eu, sempre pensei assim: quando emagrecer vou me vestir bem. Mas hoje em dia não penso mais assim! Preciso me curtir hoje! E é isso! Bjkss Adorei o post!

    ResponderExcluir
  3. Amei seu post.
    Amiga, tu tava inspiradissima.
    bjss, otima quinta

    ResponderExcluir
  4. Oi Ta...
    Vc tem razão...
    A gente tem q buscar mudar não para agradar aos outros, e sim para se sentir bem consigo mesma.
    A vida é curta...vc tem q se amar hoje!

    Bjus***

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Talita!!!
    Parabéns, pra mim o post foi perfeito!!!!
    Basicamente tudo o que eu ía lendo, a vozinha na minha cabeça ficava concordando com "aham" e "ta mais que certo".. kkkkkkk

    mas fazer o que neh?? geralemnete pessoas obesas não começam a se desvalorizar do nada... infelizmente o resto do mundo que "ensina" pra elas que elas valem menos do que magros....

    se metade das pessoas pensasse como vc o mundo ja seria melhor!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Talita, primeiramente, eu tb sou mega fã da Preta Gil, se ama, despojada, resolvida, essa é a verdade. e ameii teu post. uma verdade... parabens mais uma vez , vc conseguiu inspirar ...beijuuuu

    ResponderExcluir
  7. Oi Talita, amando e seguindo seu blog.
    Mas é verdade, td dia e td tempo as pessoas, julgam, condenam e comentam sobre vc.
    Mas p/ isso ñ precisa ser somente gordinha, as negras, as muito magras, as de cabelo ruim e nordestinas tbm sofrem esse absurdo chamado preconceito.
    Mas eu nem ligo e me amooooo muito.
    Bjks e vc é linda viu.

    Ps: Adoro a preta!!!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo post. Se não nos valorizarmos, ninguém irá fazê-lo por nós.

    ResponderExcluir
  9. Que inspiração hein...amei o post e ja estou seguindo,bom dia minha flor...bjbjbj

    ResponderExcluir
  10. Sábias palavras minha linda!
    Concordo com tudo que falou... nunca me preocupei com o quê os outros vão falar, tô nem aí, acho que até já te falei isso uma vez ! O que realmente interessa é nós estarmos bem com a gente mesma e o resto é resto. As pessoas falam de mais.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Tá amei seu post de hj , tudo isso é pura verdade amigas..
    Bjs Shai

    ResponderExcluir
  12. Oie, é verdade, ás vezes agente vive correndo atráz da "perfeiçao", mas na realidade se tudo fosse padronizado o mundo ficaria chato. O legal é que somos todos diferentes, cada um com sua beleza e seu jeitinho.
    Tbm nunca fui obesa, mas nao sou do tipo magra e alta.
    Beijoos.

    ResponderExcluir
  13. Eu tb gostaria de ser magra longilínea e não baixinha e cheia de "curvas"... SInceramente eu deixo de usar roupas que não combinam com meu biotipo e já tive muita vergonha de usar biquine na praia, até hoje, que estou mais magra tenho... Pode ser ´paranoia minha, mas enfim... O negócio é ser feliz!

    Preciso de uma mãozinha sua: Tô com um cantinho novo. O blog Louca por Sapatos. Dá uma passadinha lá e se gostar me segue please. O blog ainda tá assim meio xoxo, sem personalidade, mas aos poucos eu vou ajeitando.

    http://equipe-guimimdm.blogspot.com

    Beijos e muito sucesso!

    ResponderExcluir
  14. oiee
    fa um tempao que nao venho aqui...nem no meu ando vindo kkk
    Seu blog ta otimo cheio de informacao, bem postado..uma delicia de ler!
    bjao

    ResponderExcluir
  15. Ola talita , nem me fale de familiares , com observações sutis.... a minha impressão é que qnd saio na rua , está todo mundo comentando sobre o meu corpo, mas enfim , faz parte!!! o que temos que fazer é erguer a cabeça e se isso nos incomoda realmente temos que lutar para que possamos reverter a situação e não apenas abaixar a cabeça e continuar só achando, amei seu blog, bj grande!!!

    ResponderExcluir
  16. Adorei o post!!!! show de bolaaa!


    Seguindoo ! Depois me faz uma visitinha.. Bjks!

    http://meuacordar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Concordo em gênero, número e grau com você!

    ResponderExcluir
  18. Oii que máximo este post Talita, tudo de melhor!

    Adoreeeei!

    ResponderExcluir
  19. post incrivel!!!!!!!!!!!!!!!
    realmente a mídia nos impõe como ser [magra], como vestir [grife]...
    mtas sofrem mto para atender essa exigencias.... mas eu realmednte não sou uma dessas...

    bjooo

    ResponderExcluir
  20. Sou super fã da Preta, admiro ela demais e todas que se assumem como são, assim como eu.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  21. Amei seu post garota!!!!

    Te seguindo...
    Bjksss

    ResponderExcluir